liberdade

liberdade
voar,voar...

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

AVENTURA DE SER

Quem decretou
ser contraventor
aquele
que se divorcia
livremente
da mentalidade
"normal"?

Quem ortogou
a lei
das massas
como
sendo
a natural?

Quem ditou
as
coisas
que se lêem
todos os dias
no jornal?

Quem ousou
robotizar
a vida,
as emoções,
os sentimentos
criando
nomes,
métodos
e definições
pras
infinitas,
únicas,
individuais
e infindáveis
sensações??

Quem
pregou
uma religião
de fora pra dentro?
Quem
nos pregou
numa cruz
que não
nos pertencia?

Quem?
Quem seria??


Talvez
alguém
que não
ouvisse,
não acreditasse
e não
seguisse
seus próprios
sentimentos-
alguém
que não criasse
sua própria
história,
seu próprio
caminho,
sozinho,
e sua própria
música,
dança,
pintura ou
poesia...

Eu não sei.

Não sei
o que é
não ser eu mesma.
Não sei o que é
me conformar
com coisas
que
não me falam
de amor
e de amar.

Não sei mais
seguir padrões.
Não sei mais
ter chefes,
mestres,
patrões.
Não sei mais
pedir opiniões.

Esqueci
o que é
essa tal
de hierarquia.
Misturei
cal e anarquia,
sal e rebeldia,
céu e harmonia
léu e
autonomia.
Virou
tudo poesia.

Eu não sei
quem
me forneceu
SUAS respostas
pras MINHAS
perguntas-
sei que se não me viu,
nem ouviu,
não me serviu.

Não sei quem
me falou
de alguém
que ensinou
tal coisa,
assim
ou assado...
Eu sei
que experimentei
fazer todas coisas
do meu próprio jeito,
ao sabor do vento,
rápido ou lento,
certo
ou errado.

Me dei bem.
Me dei mal.
Não importa.
Eu me dei
de presente
ao Presente.
Eu me fiz
uma nova porta
e me abri.

Chorei e sorri.
Fui feliz e sofri.

Tudo por minha conta.
Afronta?
Não.
Gosto
pela aventura
de SER,
ainda que
nunca me ache pronta.

Tonta?
Sim,talvez.

Não sei.
E não quero nunca saber.

Meu lema
e meu tema
é apenas VIVER.

Um comentário:

  1. Oi, sou Arione. Gostei muito do seu blog, é muito lindo. Parabéns pelo blog. Estou seguindo. Segue o meu?
    http://arionetorres.blogspot.com/
    Um abraço...

    ResponderExcluir