liberdade

liberdade
voar,voar...

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

TEORIA E PRÁTICA

Que rumos estranhos às vezes a vida toma, e às vezes nós a ela ditamos. Sonhamos coisas que jamais vivemos e vivemos coisas que jamais sonhamos. Somos levados de roldão por uma situação e levamos, imperceptivelmente ou não, conosco, uma multidão. Que sentimentos novos nos movem, sacodem, envolvem, evolvem. Que emoções diferentes e diversas nos possuem, tomam, roubam, exercem. Somos quem jamais pensávamos ser, pensaríamos ser. Somos capazes de coisas gigantes e infinitas, horrendas e bonitas. Somos grãos de areia e somos montanhas, estrelas. Somos aquilo que as surpresas nos tornam também. Somos o insurgir do novo, a ressurreição da fé, a construção da força, a humilização do corpo-mente-alma... Somos o que o espírito edita em nós. através e apesar de nós, por nós, por todos, pra nós, pra todos. Na teoria, na prática e na poesia Udar —

Nenhum comentário:

Postar um comentário